Lindos Recados para Orkut
Curta nossa página do Facebook:

Categoria: Poesia

E termina tudo com um ótimo orgasmo!

 
“A coisa mais  injusta sobre  a vida é a maneira como ela
termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo
de trás pra frente. Nós  deveríamos  morrer primeiro, nos
livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado  pra fora  de lá por
estar  muito  novo.  Ganhar  um  relógio  de  ouro  e  ir
trabalhar. Então  você  trabalha 40 anos até ficar novo o
bastante pra poder aproveitar sua  aposentadoria. Aí você
curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara
para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança,
não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de
colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses
de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo!
Não seria perfeito?”
(Charles Chaplin)


Código para enviar este recado ao Orkut

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra a página de recados no Orkut, clique no botão HTML, clique com o botão direito do mouse,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".



Código para enviar este recado ao Facebook

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra sua linha do tempo ou de um amigo,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".

Um anjo me acolheu em seus braços…

 
Um anjo me acolheu em seus braços,
e nunca me negou um abraço.
Um anjo me ensinou a viver, e que 
jamais irei esquecer.
Um anjo me mostrou o amor, e tirou
a minha dor.
Um anjo com o olhar atraente, e com
uma boca envolvente.
Um anjo com um sorriso sedutor, e o
corpo avassalador.
Um anjo que com seus beijos, me
enlouquece de desejos.
Um anjo com o brilho de estrela, que
sempre esperarei de braços abertos,
me fazer feliz...


Código para enviar este recado ao Orkut

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra a página de recados no Orkut, clique no botão HTML, clique com o botão direito do mouse,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".



Código para enviar este recado ao Facebook

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra sua linha do tempo ou de um amigo,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".

Tão longe tão perto

Saudoso Amigo, de mim distante.
Lírio tão belo do meu jardim.
Oh anjo eterno, o mais brilhante.
Oh alma doce, de amor sem fim.

Gosto de ti da forma mais pura.
És  todo o bem que não conheci.
Na longa estrada de mil torturas.
Nas muitas vidas que já vivi.

Distante estás, mas de mim tão perto.
Tal qual espelho a refletir.
A flor sozinha do meu deserto.

E a flor exala, agradecida.
Abençoando a mão amiga.
Que desconhece o longe e o perto.


Código para enviar este recado ao Orkut

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra a página de recados no Orkut, clique no botão HTML, clique com o botão direito do mouse,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".



Código para enviar este recado ao Facebook

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra sua linha do tempo ou de um amigo,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".

A flor do sonho, alvíssima

A flor do sonho, alvíssima, divina
miraculosamente abriu em mim.
Fosse florir em um muro em ruínas!
Não posso entender como, enfim,
essa rara flor abriu em mim.
Que sejam tristes os meus olhos,
tristes pelo amor em ti.
Tenho esperança que esta flor
abra em ti...


Código para enviar este recado ao Orkut

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra a página de recados no Orkut, clique no botão HTML, clique com o botão direito do mouse,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".



Código para enviar este recado ao Facebook

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra sua linha do tempo ou de um amigo,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".

Caxias

Quanto és bela, ó Caxias! - no deserto,
Entre montanhas, derramada em vale
De flores perenais,
És qual tênue vapor que a brisa espalha
No frescor da manhã meiga soprando
À flor de manso lago.
Tu és a flor que despontaste livre
Por entre os troncos de robustos cedros,
Forte - em gleba inculta;
És qual gazela, que o deserto educa,
No ardor da sesta debruçada exangue
À margem da corrente.
Em mole seda as graças não escondes,
Não cinges d'oiro a fronte que descansas
Na base da montanha;
És bela como a virgem das florestas,
Que no espelho das águas se contempla,
Firmada em tronco anoso.
Mas dia inda virá, em que te pejes
Dos, que ora trajas, símplices ornatos
E amável desalinho:
Da pompa e luxo amiga, hão de cair-te
Aos pés então - da poesia a coroa
E da inocência o cinto. 

Gonçalves Dias



Código para enviar este recado ao Orkut

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra a página de recados no Orkut, clique no botão HTML, clique com o botão direito do mouse,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".



Código para enviar este recado ao Facebook

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra sua linha do tempo ou de um amigo,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".