Balãozinho


Venha cá, meu balãozinho. Diga aonde você vai. Vou subindo, vou pra longe, vou pra casa dos meus pais. Ah, ah, ah, mas que bobagem. Nunca vi balão ter pai. Fique quieto neste canto, e daí você não sai. Toda mata pega fogo. Passarinhos vão morrer. Se cair em nossas matas, o que pode acontecer. Já estou arrependido. Quanto mal faz um balão. Ficarei bem quietinho, amarrado num cordão.

Código para enviar este recado ao Facebook

Clique com o botão direito do mouse e selecione copiar ou clique em "Ctrl + C".
Abra sua linha do tempo ou de um amigo,
selecione colar ou aperte "Ctrl + V".

Leia também:

Você também pode gostar de:

Deixe uma resposta